Gestão de frotas mira nas emissões dos gases causadores do efeito estufa

Para ver a matéria original, clique aqui. Entre os maiores emissores do gás carbônico (CO2), um dos principais causadores das alterações no clima do planeta, está o setor de transportes. O alerta veio do IPCC-Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, que divulgou recentemente a quinta e última parte do mais completo relatório sobre o aquecimento global já produzido […]

Gestão de frotas ajuda a reduzir despesas e aumentar eficiência

Para ver a matéria original, clique aqui. Presidente da AGEV (Associação de Gestão de Despesas de Veículos), Ricardo Albregard, falou sobre o tema à Agência CNT de Notícias. A adoção de métodos para melhorar a gestão das frotas pode reduzir as despesas das empresas de transporte em até 40%. Apesar disso, 75% delas não dispõem de estratégias[…]

NÃO EXISTE GESTÃO DE FROTA SEM TECNOLOGIA

Se um adolescente já não consegue conceber sua vida sem celular e internet, imagine atividades complexas, como a gestão de frotas de veículos. A atividade, que nasceu no papel, com o controle de notas de despesas e sua decorrente contabilização, hoje vai até o espaço, onde satélites permitem o monitoramento em tempo real dos veículos. Paradoxalmente, reduzindo[…]

Acidentes no transporte geram mais prejuízos do que roubos de carga

Para ver a matéria original, clique aqui. Segundo pesquisa realizada pela Associação de Gestão de Despesas de Veículos (AGEV), os prejuízos causados por acidentes no transporte envolvendo caminhões podem ser até 12 vezes maiores do que os impactos gerados pelo roubo de cargas, prejudicando não somente motoristas e transportadoras, mas também o próprio cliente. Estes dados obrigam[…]

Acidentes são principal fator de prejuízo com frotas

para ver matéria original, clique aqui. Custos relacionados com acidentes de trânsito totalizaram R$ 21 bilhões em 2012, cifra 12 vezes superior aos prejuízos causados pelo roubo de carga no Brasil, que ficou em R$ 1,7 bilhão no período. Neste valor estão englobadas as despesas médica e de afastamento de pessoal, da retirada temporária de circulação do[…]

Como reduzir riscos de acidentes no transporte de cargas

Para ver a matéria original, clique aqui. De acordo com a Associação de Gestão de Despesas de Veículos (Agev), prejuízos causados por acidentes de trânsito envolvendo caminhões podem ser até 12 vezes maiores do que os causados pelo roubo de cargas. Dessa forma, as perdas atingem não só os motoristas, mas toda a cadeia logística, atingindo em[…]

Falha humana ainda é a principal causa de acidentes no Brasil

Para ver a matéria original, clique aqui Durante o ano de 2012, o custo com acidentes de trânsito totalizou R$ 21 bilhões, cifra 12 vezes superior aos prejuízos causados pelo roubo de carga no Brasil, que ficou em R$ 1,7 bilhão no período. “Em um país onde 60% da cargas são transportadas no modal rodoviário, os acidentes[…]

Gestão de frota ajuda a reduzir despesas e aumentar eficiência

Para ver a matéria original, clique aqui. Presidente da AGEV (Associação de Gestão de Despesas de Veículos), Ricardo Albregard, falou sobre o tema à Agência CNT de Notícias. A adoção de métodos para melhorar a gestão das frotas pode reduzir as despesas das empresas de transporte em até 40%. Apesar disso, 75% delas não dispõem de estratégias[…]